Home / Barragens / Apresentação

Apresentação das Barragens

As barragens, definidas como obstáculos artificiais com a capacidade de reter água, qualquer outro líquido, rejeitos, detritos, para fins de armazenamento ou controle, podem variar em tamanho desde pequenos maciços de terra, usados frequentemente em fazendas, a enormes estruturas de concreto ou de aterro, geralmente usadas para fornecimento de água, de energia hidrelétrica, para controle de cheias e para irrigação, além de diversas outras finalidades.

 

Os principais tipos existentes de barragens são as de aterro, de concreto-gravidade e de concreto em arco. As estruturas acessórias ou adicionais das barragens incluem vertedouros, estruturas de descarga, casas de força elétrica e unidades de controle. O termo barragem provém etimologicamente da palavra francesa barrage, do século XII, que deriva das palavras barre, do francês, e barra, do latim vulgar, que significam "travessa, tranca de fechar porta".

 

As barragens construídas para armazenar e controlar especificamente água se destinam geralmente ao abastecimento doméstico e industrial, à irrigação, à navegação, à recreação, ao controle de sedimentação, ao controle de cheias e à produção de energia elétrica. Algumas barragens têm apenas uma função e são assim conhecidas como "barragens de função única". Atualmente, as barragens são construídas para servir a diversas funções e são, por isso, conhecidas como "barragens de usos múltiplos", que é o caso da Usina de Três Marias (a regularizações de vazões, a navegação interior e a produção de energia elétrica).

 

O Registro Mundial de Barragens, da Comissão Internacional de Grandes Barragens (CIGB/ICOLD), considera uma grande barragem a barragem que possua altura de 15 metros (independentemente do volume de água armazenável em seu reservatório) ou também a que possua altura entre 10 e 15 metros desde que tenha capacidade de armazenar mais de três milhões de metros cúbicos de água em seu reservatório. De acordo com esse critério, a altura de uma barragem é determinada pela diferença da elevação de sua crista até o ponto mais baixo da sua fundação.

 

Historicamente, as barragens têm servido como fonte confiável de água para a vida das pessoas ao longo dos últimos 5 mil anos, de acordo com registros arqueológicos que se baseiam em investigações de ruínas e na observação de estruturas ainda em funcionamento. As barragens permitem que as populações coletem e armazenem água quando abundante e depois a usem nas épocas de seca. Elas têm sido então fundamentais na formação de estoques de água, indispensáveis ao estabelecimento e ao sustento de cidades e de fazendas, para a irrigação e para a produção de alimentos.

EM DESTAQUE

DAMSWEEK 2021

III ETIAB - ENCONTRO TÉCNICO SOBRE ACIDENTES E INCIDENTES EM BARRAGENS

DAMSWEEK 2021

XXXIII SNGB + INCA MEETING

DAMSWEEK 2021

I SP&D - SIMPÓSIO DE PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO TECNOLÓGI...

DAMSWEEK 2021

III STDS - SYMPOSIUM ON RISK MANAGEMENT FOR TAILINGS DAMS SAFETY - ...

Eventos Especiais

Evento Especial 5 - Geologia e Geotecnia para Barragens

Eventos Especiais

Evento Especial 4 - Reservatórios na Matriz Energética Brasileira

Eventos Especiais

Evento Especial 3 - Durabilidade de Barragens de Concreto

Eventos Especiais

Evento Especial 2 - Meio Ambiente e Revisões de PAEBM

Cursos Jornada 2021

Curso 12 - Corridas Detríticas

Cursos Jornada 2021

Curso 11 - Sensoriamento Remoto

Cursos Jornada 2021

Curso 10 - FLOW3D Aplicado à Água e ao Meio Ambiente

Cursos Jornada 2021

Curso 09 - DAMBREAK, HEC-RAS e FLOW2D

Cursos Jornada 2021

Curso 08 - Métodos Geofísicos e Remotos para Monitoramento da Segur...

Cursos Jornada 2021

Curso 07 - Barragens de Enrocamento com face de Concreto e com Núcl...

Cursos Jornada 2021

Curso 06 - Formas de Contratação de Serviços de Engenharia e Constr...

Cursos Jornada 2021

Curso 05 - Patologia e Reparo de Obras Hidráulicas de Concreto

Cursos Jornada 2021

Curso 04 - Meio Ambiente e Barragens de Rejeitos - A revisão dos PAEBM

ICOLD

Declaração Mundial de Segurança de Barragens

Eventos Especiais

Evento Especial 1 - Hidrologia e Hidráulica para Vertedouros, Tran...

Cursos Jornada 2021

Curso 03 - Instalação e Análise de Inclinômetros em Barragens

DAMSWEEK 2021

CIRCULAR 01/2021 - XXXIII SNGB e TEMPLATE PARA PREPARAÇÃO DE ARTIGOS

RBEB

RBE - Nº11 - Edição 60 Anos CBDB/ INCA - Brazilian Dam Engineering ...

Cursos Jornada 2021

Curso 02 - Hidráulica de Vertedouros

Cursos Jornada 2021

Tabela de Descontos

Cursos Jornada 2021

Grade Cursos 2021

Cursos Jornada 2021

Curso 1 - Análise de Instrumentação de Barragens de Terra e Enrocam...

RBEB

Edição 1º Semestre/2021 - Edital p/ Artigos e Patrocínios

Publicações

Vade Mecum de Barragens

Redes Sociais

SIGA-NOS EM NOSSAS REDES SOCIAIS

Vídeos

Segurança de Barragens no Brasil

Publicações

Acidentes de Rupturas de Barragens

EDITORIAIS

Observações sobre documento do Greenpeace

Reservatórios de usos múltiplos

Navegação interior possibilitada por barragens

A legislação de segurança de barragens: Um breve histórico e desafios

Ação de esclarecimento do CBDB junto à imprensa - Quem é o COMITÊ BRASILEIRO DE BARRAGENS – CBDB

Usinas Hidrelétricas Reversíveis

RESERVATÓRIOS. Sua importância na redução Da emissão dos gases efeito estufa - GEE

HOLOFOTES

ICMS na produção de energia por hidrelétricas

Atualização dos Inventários Hidroenergéticos dos rios brasileiros

Reservatórios e Segurança Hídrica: As deficiências infraestuturas brasileiras são substanciais

Projetos estruturas para a infraestrutura brasileira

NOTÍCIAS

Declaração Mundial de Segurança de Barragens

Nota de Falecimento - Dr. João Camilo Penna

XXXIII SNGB - Cir.2 01/2021 - Template para Preparação de Artigos

sócios